Visto que a palavra yoga significa união, torna-se evidente que sexo e yoga têm tudo a ver, não é mesmo?

Ainda mais em uma sociedade estressante e acelerada como a nossa, muitas vezes esquecemos de como se conectar de maneira significativa aos nossos parceiros.

O conhecimento básico de yoga e os Oito Membros dos Sutras de Patanjali nos dá direções claras que, quando seguidas fielmente, farão com que a união física entre duas pessoas vá além da carne.

Pixabay

Isso acontece porque quando começamos a tratar nossos corpos como os templos sagrados que eles são, automaticamente isso se torna uma expressão tanto interna quanto externa do que a gente é em nossa essência. Dessa forma, podemos atrair um parceiro na mesma frequência espiritual que a nossa, e tratar o outro como o mesmo respeito que temos por nós mesmos torna-se nosso modo de vida.

Ao desenvolver nossa própria sensibilidade através da ioga, podemos, assim, ser sensíveis as dos outros. E sem essa sensibilidade, não pode haver união sexual feliz.

Pixabay

Uma boa vida sexual, para a maioria das pessoas, sempre foi importante para a saúde e felicidade. A visão do sexo nos tempos antigos era muito diferente da nossa de hoje. O sexo produzia uma vida nova, um milagre, e a capacidade de uma mulher de dar vida através de seu ventre a fazia sagrada; quase como um Deus.

Hoje, a sociedade raramente encontra sacralidade no sexo. O sexo é explorado, abusado e mal utilizado. O dinheiro é um fator que gira em torno do sexo. O sexo é vendido e usado para vender tudo, desde roupas a carros.

Princípios tântricos

Os princípios tântricos conectam a sexualidade à espiritualidade através da meditação e de rituais e práticas sagradas. Um dos princípios tântricos é que o prazer de um homem é derivado, não de seus próprios sentimentos, mas do prazer de seu parceiro.

Na Índia, a sexualidade é uma parte importante e significativa de alcançar certo grau de esclarecimento, mas em nossa cultura ocidental os prazeres e desejos sexuais não estão associados à espiritualidade. Com essas diferenças nas tradições, existe uma linha tênue entre o que é percebido como certo e errado; sexo, condenação e a culpa resultante.

Pixabay

A tradição tântrica diz que adultos sexualmente responsáveis ​​que se dedicam a atingir níveis mais elevados de felicidade sexual e espiritual obtêm muitos benefícios.

A energia é a fonte da vida na tradição de yoga tântrica. A energia sexual é energia sagrada e o aproveitamento dessa energia é o foco principal do Tantra. Existem muitos exercícios e técnicas que ajudam na canalização da energia sexual, como respiração, contrações e retenção de certas posições.

Outras artes de cura orientais incluem o Reiki e a canalização da energia, em que um parceiro canaliza sua energia para o outro. Quando praticado antes de praticar atividade sexual, sabe-se que aumenta o prazer sexual durante a relação sexual. Através da transferência de energia e da resultante estimulação, a cura é alcançada e os aspectos espirituais e físicos são aprimorados.

No yoga tântrico, o foco não está na realização do orgasmo, como é aqui na cultura ocidental. É um jogo contínuo de distribuição da energia sexual que leva a fluxos de eletricidade em êxtase através e entre os corpos. Os casais tântricos aprendem a arte de meditar no amor e desejo incondicionais. Isso permite que um casal se aproxime e torne as atividades sexuais menos ansiosas e constrangedoras devido à menor pressão para executar. Os casais podem então se abrir para novas áreas de foco nos sentimentos de amor intenso.

Pixabay

Massagens curativas, repetição de mantras, cânticos, respiração rítmica, contato visual contínuo, proximidade física e preliminares prolongadas são maneiras extremamente poderosas de se conectar sem intercurso real. O resultado é um poderoso fluxo de energia entre os corpos que pode resultar em orgasmo espontâneo que pode ser muitas vezes mais poderoso do que o orgasmo alcançado sem conexão espiritual.

O ato de dar prazer completo ao seu parceiro é uma experiência sexual profundamente gratificante. Concentrar-se no prazer de seu parceiro é uma maneira de aumentar e fortalecer seu relacionamento e levá-lo a novos níveis de intimidade.

O yoga tântrico ensina que o seu verdadeiro eu é infinito e além do espaço e do tempo. Essa percepção leva a completa paz de espírito e contentamento. O yoga tântrico combina os princípios do yoga e da meditação para unir a sensualidade e a espiritualidade.

Sexo e yoga são dons intercambiáveis ​​e quando um se torna o outro, os parceiros experimentam a verdadeira consciência da unidade espiritual por toda a eternidade.

 

Veja mais dicas de yoga para iniciantes!!