Milhares de turistas entram em suas portas todos os dias para fotografar suas janelas rosas e arcobotantes.

Construída entre os séculos XII e XIV, a Catedral de Notre-Dame de Paris tem séculos de história francesa encravados em sua estrutura. A catedral gótica reflete o papel proeminente de Paris como um centro econômico e religioso no século XII, como também, as cicatrizes deixadas pela Revolução Francesa são lembretes de sua longa conexão com a monarquia – que quase resultou em sua demolição.

No entanto, mais recentemente, a famosa catedral foi marcada novamente pelas cicatrizes do destino. Em 15 de abril de 2019, o pináculo e a sala de carvalho desmoronaram após um incêndio que destruiu grande parte de Notre Dame.

Esse incêndio catastrófico se alastrou por várias horas, demandando mais de 400 bombeiros para contê-lo. Sem dúvida, um dia muito triste para a França.

Contudo, a emblemática Notre Dame de Paris conseguiu resistir novamente, e um plano para restaurá-lo já foi anunciado pelo governo francês. Na manhã desta terça-feira (16), mais de 300 milhões de euros foram levantados.

A seguir, confira oito curiosidades (algumas de dar arrepios) sobre a famosa catedral francesa:

1. Um dia ela já foi ateísta

Na década de 1790, durante a Revolução Francesa, multidões enfurecidas e revolucionárias saquearam Notre Dame, declarando-a como um templo ateu.

Antes que invadissem a Bastilha em 1789, a Igreja exercia um poder extraordinário na França, recolhendo altos parcelas das rendas das pessoas em forma de dízimos.

Os revolucionários embarcaram numa campanha de descristianização do país, fomentando as pessoas a adorar os princípios do Iluminismo em vez de Deus.

Fonte aqui.

Depois que a catedral foi saqueada, a Notre Dame foi renomeada como Templo da Razão, enquanto suas estátuas religiosas foram substituídas por imagens de filósofos do Iluminismo.

Em novembro de 1793, a catedral tornou-se o local do Festival da Razão, um festival anti-religioso que zombava do catolicismo e exaltava o ateísmo, durante o qual mulheres sedutoras dançavam e cantavam canções revolucionárias.

Mais tarde, a catedral foi convertida em um depósito de alimentos, antes de recuperar seu status de catedral católica romana em 1802.

2. Bisconert, o homem que fez um pacto para fazer as portas da igreja

Quem foi Bisconert? Durante os séculos, houve muita especulação sobre isso. Mas talvez o rumores tenham um fundo de verdade e ele tenha, de fato, vendido a alma ao diabo.

O fato de que ele morreu pouco depois só aumentou os rumores. No entanto, existem algumas pessoas que dizem que Biscornet era o próprio diabo.

Fonte aqui.

Além disso, o nome em si é um jogo de palavras na língua francesa. Se você dividi-lo, “Bis” significa dois (ou bi em português) e “cornet” vem de chifre. Em outras palavras, esse homem era ‘aquele’ que tinha dois chifres e foi encarregado de criar as portas para a Catedral de Notre Dame.

Biscornet morreu pouco depois que a catedral foi inaugurada, confirmando apenas na mente das pessoas que, para cumprir o contrato, o diabo havia retornado para a alma de Biscornet. [fonte]

3. Vinte e oito de todas as estátuas dos reis perderam a cabeça

Não satisfeitos em levar Maria Antonieta à guilhotina, no mesmo mês de 1793, uma multidão de Paris cortou fora a cabeça de 28 reis de pedra que estavam acima dos portais da catedral desde 1230.

As figuras esculpidas na verdade representavam os reis da Judéia, mas os revolucionários, achando que eram reis franceses, amarravam as estátuas, os puxavam para baixo e as guilhotinaram na praça em frente a Notre Dame.

Fonte aqui.

Depois que foram cortadas, um monarquista fiel reuniu as cabeças e as escondeu em uma caverna de uma casa em Paris, colocando amorosamente as cabeças de modo que todas estivessem voltadas para a direção de Notre Dame.

Mas ele não contou a ninguém onde ele os havia escondido, e eles pareciam estar perdidos para o mundo.

Então, em 1977, os operários que restauraram a sede de um banco no 9º arrondissement de Paris se depararam com vinte delas, que foram doadas ao Museu de Cluny.

4. Um de seus arquitetos se ‘camuflou’ entre estátuas e ‘vive’ para sempre no templo

A torre medieval, que desmoronou durante o incêndio de ontem, foi reconstruída na década de 1860 depois que o arquiteto francês Eugene Viollet-le-Duc venceu uma competição para restaurar a catedral, que sofreu grandes danos durante a Revolução.

Fonte aqui.

Conhecido por suas representações egocêntricas nos prédios que projetou, não resistiu a fazer o mesmo em Notre Dame, onde há três estátuas projetadas para se parecer com ele.

A mais conhecido está entre os 12 apóstolos que cercam a seta no telhado da catedral, onde Villet-le-Duc mudou o rosto de São Tomás para se assemelhar a si mesmo.

5. É o lar de uma floresta

Notre-Dame de Paris mede 127 metros (comprimento) por 48 metros (largura) e a nave principal tem 43 metros de altura sob o teto.

Fonte aqui.

Com tais dimensões, é de surpreender que a estrutura do telhado seja inteiramente feita de madeira, datada do século XII. A moldura de madeira é feita de mais de 1300 árvores, cada viga sendo feita de uma árvore.

A estrutura do telhado é comumente apelidada de “a floresta” devido às suas enormes dimensões.

6. Habitada por fantasmas

Entre os fantasmas que dizem visitar a catedral medieval está uma mulher que visitou a catedral em 1882 e pediu para subir em uma das torres, um pedido que foi recusado porque ela estava sem acompanhante.

De acordo com a história, ela encontrou uma mulher idosa para acompanhá-la, mas ao chegar ao topo se jogou sobre o corrimão e foi empalada em espetos no piso principal.

7. É lá que está a Santa Coroa de Espinhos

Fonte aqui.

Finalmente, Notre-Dame é o lar de um tesouro inestimável, entre os quais a Coroa Santa usada por Cristo, um pedaço da cruz e um prego.

O tesouro pode ser admirado durante todo o ano, mas você poderá ver as Sagradas Relíquias todas as primeiras sextas-feiras do mês, durante cerimônias de adoração dedicadas, bem como durante a quaresma e a Sexta-Feira Santa.

Então, o que você achou das curiosidades sobre a Catedral de Notre Dame? Conta para gente nos comentários. E não esqueça de compartilhar como os amigos.